-->

RESENHA | A Seleção, de Kiera Cass


A primeira vez que vi esse livro foi na revista da Avon. A capa foi a primeira coisa que me atraiu, e logo depois a sinopse. Confesso que comprei os três primeiros mais pela capa mesmo. E meu Deus, na primeira vez que li essa série achei ela completamente perfeita, recomendava para todos os que eu via, até mesmo para pessoas que encontrava na rua. E a história realmente é assim:  

Resultado de imagem para livro seleção
Título: A Seleção
Título Original: The Selection
Série: A Seleção
Autor: Kiera Cass
Editora: Seguinte
Páginas: 327
Ano: 2012
Sinopse: Para trinta e cinco garotas, a Seleção é a chance de suas vidas. A oportunidade de escapar da vida estabelecida para elas desde o nascimento. Entrar em um mundo de vestidos brilhantes e jóias de valor inestimável. De viver em um palácio e competir pelo coração do lindo Príncipe Maxon.  Mas para America Singer, ser Selecionada é um pesadelo. Isso significa virar as costas para seu amor secreto com Aspen, que é de uma casta menor que a dela. Deixar sua casa para entrar em uma competição acirrada por uma coroa que ela não quer. Viver em um palácio constantemente ameaçado por rebeldes violentos.
 Então, America conhece Príncipe Maxon. Gradualmente, ela começa a questionar todos os planos que fez para si mesma- e percebe que a vida que ela sempre sonhou não é nada comparada com o futuro que ela nunca imaginou.

A historia é contada após a terceira guerra mundial, onde depois de combater a China, o Estado Americano da China (antigo Estados Unidos) se junta a toda a America do Norte e se transforma em um único país: Illéa. Nesse país, a tradição é que quando o príncipe completa a maior idade, ocorre a seleção, da qual uma moça de cada uma das trinta e cinco províncias vão ao castelo e tentam conquistar o coração do nosso príncipe.

Na manhã seguinte, me vesti com o uniforme das Selecionadas: calças pretas, blusa branca e a flor de minha província - um lírio - em meu cabelo. Meus sapatos eu pude escolher. Eu peguei um par de sapatilhas vermelhas bem gastas. Eu achei que eu devia deixar claro desde o início que eu não era material para princesa.

 America Singer (A personagem principal) é uma cinco, a casta dos músicos, e é completamente apaixonada por Aspen Leger, que é da sexta casta. Porem, a mãe de America não aceitaria esse namoro, por isso ela mantém um relacionamento escondido com Aspen.
 O livro já começa com a America falando da carta da seleção, e assim conseguimos ter uma ideia mais clara de como funciona todo o sistema. Como ela namora com Aspen, não quer se inscrever para a competição, mas após conversar com sua mãe, finalmente se entrega pensando que não seria selecionada.

É só mais uma história de amor que não deu certo. Não é longa, nem emocionante. Acredite.

 Embora praticamente impossível, America é selecionada para ir ao palácio. E é aí que tudo começa a desandar em sua vida, ela faz o possível para tentar esquecer seu antigo amor, pois se descobrisse seria morta. Lá ela conhece o príncipe Maxon e junto descobre coisas que jamais imaginou que fosse possível ter.

Estou aqui. E não estou lutando. Meu plano é aproveitar a comida até você me chutar.

 A primeira vista, a escrita da Kiera Cass pareceu ser o verdadeiro exemplo de perfeição, pelo menos para mim. Essa foi a história que me iniciou no mundo dos livros, e serei eternamente grata a essa serie. Mas depois de ler outros livros, começar a escrever o meu próprio, notei que a escrita da Kiera é um tanto superficial, sem realmente expressar sentimentos, mas ainda continuo amando essa série.

 Encontrei vários furos na história, onde não sei se é erro de tradução, mas que torna o livro um tanto confuso. Depois de ler oito vezes cada livro, aprendi a apreciar a Kiera, e se você quer um livro de romance e realeza, recomendo que leia A Seleção.

4 comentários:

Deixe a sua opinião, adoro ler os comentários de vocês ❤

© Rabiscando Histórias - 2016 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design | Tecnologia do Blogger.
imagem-logo